domingo, dezembro 25, 2005

Fantasias de Natal

Que sabem os outros de cada um de nós?

Ninguém sabe que és linda e que eu te desejo. Desejo-te como namoro um quadro de Dali, reproduzido num livro colorido, desejo-te como seduzo o Boris Vian quando releio a Espuma dos Dias em tradução duvidável, desejo-te como quando escrevo cartas, que nunca mandarei, para o José Saramago, dizendo-lhe como me apaixonei pelas suas mãos brancas e pequenas e me apaixonei por todas as mulheres que ele inventou e que são sempre eu.

És linda e eu desejo-te. Mas não sei amar uma mulher como aprendi a amar os homens. Não conheço o teu corpo.Conheço o meu e imagino que és o meu espelho.Possuis a ternura das coxas macias, redondas e doces, em lençóis perfumados.Acaricias as mamas cheias e quentes nos dias de tesão e de lua cheia.Afagas o rosto, os lábios, os olhos com gestos suaves ao espelho onde nos vês.Tocas a melodia certa, quando te masturbas, como pianista virtuosa.

És linda e eu desejo-te.
Porque és a outra metade de mim. Como se tu e eu fossemos Sereias. Mulheres, metades, incompletas, plenas, peregrinas do prazer.

Não sei amar uma mulher como aprendi a amar os homens.
Mas és linda, e eu desejo-te.

Levemente Erótico

3 Comments:

Anonymous LolaViola said...

Upsss. Obrigada. Não sei comentar textos meus... Abraços para ti.
***

domingo dez 25, 09:43:00 da tarde GMT  
Blogger charlie said...

Ela não sabe mas nós sabemos :)
Um texto que é uma beleza. De repente senti vontade de ser espelho e te-la dentro de mim. Senti-la do outro lado da verdade mesmo ali ao alcance da mão.
Será que ser espelho é castigo ou previlégio?

segunda dez 26, 07:25:00 da tarde GMT  
Anonymous Anónimo said...

Very cool design! Useful information. Go on!
» » »

terça out 03, 10:17:00 da manhã GMT+1  

Enviar um comentário

Actu(alizções)Plagiadissimo(desblog) blogaqui?