quarta-feira, janeiro 18, 2006

CALMA

Serenidade

Uma calma invade
Os meus sentidos,
Amolece os meus gestos,
Torna-me lânguida
Na suavidade que encontro.

Na onda que se espraia
Docemente em espuma,
Que me beija,
Alimento no meu peito
As vagas que me alteram.
Som ritmado,
Imperceptível
Num azul verde
Profundo ao longo da praia.
Pés descalços
Balanceio
Em movimentos subtis,
Em água que desfaço
Sob o meu corpo entregue.
Olhar e sorriso ao vento
Permaneço nesta paz,
Com a calma que me invade
Numa manhã de Inverno.

As Romãs de Paula

4 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Perfeitamente escolhida a imagem!! Obrigada. Muitos beijos para ti.

quinta jan 19, 07:28:00 da manhã GMT  
Blogger relampago said...

e calma. calmamente. cheguei. para descobrir um blog muito bem feito.
e agradeço o "plágio"...


isabel mendes ferreira (do Piano)
:) :) :)

quinta jan 19, 08:39:00 da manhã GMT  
Blogger missixty2000 said...

eu precisava de um bocadinho dessa calma!!Só de ler até fiquei languida!!(risos)
Obrigada pela tua visita!!
Vai áo meu blog ver o que entendo por um governo perfeito, vais te rir um bocado!!

quinta jan 19, 09:18:00 da manhã GMT  
Blogger Ana P. said...

Vim aqui agradecer a visita ao meu cantinho, e deparei-me com textos magnificos.

Obrigada

Jinhus
Ana

quinta jan 19, 09:59:00 da manhã GMT  

Enviar um comentário

Actu(alizções)Plagiadissimo(desblog) blogaqui?