sexta-feira, janeiro 06, 2006

Quando penso na minha vida.

Imagem daqui

Parece-me sempre pouco o que já vivi, será?

Os anos não me sabem a quase nada, anseio por viver muito mais, muito mais.
Vejo claramente episódios que me marcaram, e não me lembro de quase nada, será que acontece com todos também?

É como se tivesse nascido ontem, é sempre o recomeçar de uma vida que é a minha, sempre cheia de novos acordares.

Sei que já passaram alguns anos.

Chego a reler livros para saber se ainda me lembro da sua vida.E é verdade, eu passei por ali, mas a minha impressão foi ficando esquecida, quase imperceptível. Será doença?

Olho para mim, para o meu corpo, todos os dias igual e todos os dias uma nova perspectiva que desconhecia dele, acho-me bonita. Será pecado?

Dou por ele olhar para mim e temo que se aperceba desta minha loucura por ele e em mim, será que ele sabe?

Acabo por, finalmente, segurar num papel e deixar por lá as impressões desse dia, acabo por voltar a ele sempre, auxiliar de memórias e de emoções passadas, acabo por me ver a crescer, não por fora, por dentro e sorrio.

Liberdade nas Asas

1 Comments:

Blogger soniaq said...

Olá Zeak

Fico muito contente por me teres colocado no teu plagiadíssimo, thank's bro.

Muitas beijocas e fica à vontade.
No momento debato-me com uma rinite alérgica que me deixou quase sem respirar, coisas da vida.

outro bejo

sexta jan 06, 12:02:00 da tarde GMT  

Enviar um comentário

Actu(alizções)Plagiadissimo(desblog) blogaqui?