sexta-feira, janeiro 27, 2006

FotoBen


Uma garrafa num mar de alcatrão, o final de um dia cansativo, uma tempestade no horizonte lisboeta, são retratos da vida na cidade tirados por Benjamim Fonseca, 35 anos, um fotógrafo freelancer que desde Abril de 2005 mantém o Fotoben, um dos blogs fotográficos mais vistos na blogosfera portuguesa.

São 11 horas da manhã, junto ao Cais do Sodré, em Lisboa, e Benjamin Fonseca já persegue a sua presa. Começa por pedir desculpa, caso se afaste a correr durante a entrevista, mas não chega a terminar a frase. Já corre atrás de um autocarro que passa. Parte do seu trabalho hoje consiste em fotografar suportes publicitários, parados ou em movimento.

Não cumpre horários, nem tem superiores a quem responder, mas é forçado a correr pela cidade. É durante os longos percursos a pé na cidade e entre os trabalhos pendentes que vai pensando na fotografia que vai publicar no dia seguinte no Fotoben

Foi com a mesma temeridade com que hoje se aventura pelo meio do trânsito das ruas de Lisboa que decidiu abandonar o curso de Engenharia Termodinâmica e tornar-se fotógrafo profissional. «O horário das nove às cinco não é para mim», diz sorridente. Depois do curso de fotografia, partiu para a Holanda, onde adquiriu o conhecimento necessário para ser dos primeiros fotógrafos em Portugal a tirar partido da tecnologia digital.

Em Abril do ano passado, por insistência de um amigo, decidiu criar o Fotoben, um diário d’imagem, no qual publica todos os dias uma imagem nova. Até à data ainda não falhou nenhum, ou não fosse a crescente audiência de mais de 300 visitantes («não é muita gente»), que segue diariamente o fotoblog. A reacção ao Fotoben já se saldou num artigo no Diário de Notícias e só recentemente foi entrevistado para um programa de televisão.

Porém, ao fim de alguns meses, a «pressão diária» de encontrar uma imagem nova e interessante começa a fazer-se sentir e a ganhar o peso de um dever. Tenciona manter o ritmo diário pelo menos até ao Fotoben fazer um ano, mas depois disso admite diminuir a frequência das actualizações.

O balanço que faz da experiência na blogosfera, no entanto, é positivo. «Aqui estava eu a achar que o país estava em crise, e por causa de um blogue comecei a receber encomendas de trabalhos de toda a parte», explica. Para além do retorno financeiro, a incursão na blogosfera trouxe outros frutos inesperados. «Ter uma audiência dá um certo ânimo dentro de nós, porque estimula a criatividade e aumenta a ânsia de fazer melhor», assegura Benjamin. «Não estava à espera de nada disto».

FotoBen

4 Comments:

Blogger Benjamim said...

:-)

sexta jan 27, 10:38:00 da manhã GMT  
Blogger Luisa said...

Não conheço ese fotógrafo mas vou visitá-lo

sexta jan 27, 12:51:00 da tarde GMT  
Anonymous soslayo said...

Zeak, esta é a prova de que quando o homem quer o homem pode. Parabéns à luta sem quartel deste fotógrafo que ao sê-lo realiza-se.

sexta jan 27, 06:30:00 da tarde GMT  
Anonymous Menina_marota said...

Quando era Menina, queria ser fotógrafa... ainda aprendi a técnica de fazer fotografia a preto e branco (as minhas preferidas).
A minha vida deu tanta volta, que me fiquei pelas letras do... direito...
Hoje, a minha visão "vinga-se" de tantas horas passadas dentro dos livros... quem sabe, talvez volte à fotografia...

Um abraço e um sorriso ;)

sábado jan 28, 05:00:00 da tarde GMT  

Enviar um comentário

Actu(alizções)Plagiadissimo(desblog) blogaqui?