quarta-feira, janeiro 04, 2006

Amigos Para a Vida

Hoje é um daqueles dias em que me apetecia convidar um ódio de estimação para tomar café. Um gajo, sem dúvida. Para poder sentar-me diante dele e entrar numa de "olha lá, vamos acertar a cena e ver se não andamos a alimentar uma onda foleira que só pode virar-se contra nós?".

E aí, ele teria duas hipóteses: ou entrava naquela de "iá, bute, que se foda. Na prática, só andamos a chatear os cornos um ao outro sem necessidade nenhuma e se calhar até saimos a ganhar de uma conversa de homem para homem."; ou desatinava, armado em carapau de corrida, e desatávamos à porrada para controlarmos o nível de acidez.

Depois, se nenhum de nós fosse parar ao hospital ou à choldra (o que quebrava o encanto todo da cena), olhávamos um para o outro sem merdas, deixávamo-nos de cafézinhos que é coisa de murchos e bazávamos para um sítio bacano para regarmos o armistício com umas imperiais e dois dedos de conversa.

Mas não sei onde pus a merda da agenda do ano passado...

O REMETENTE

4 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Adorei. É o que apetece mesmo fazer às vezes.

quarta jan 04, 07:11:00 da tarde GMT  
Blogger Remetente said...

Diplomacia imperial. Soa bem e tudo, Paula...
(Mais uma vez, Zeak, obrigado pela referência.)

quinta jan 05, 09:07:00 da manhã GMT  
Blogger Atlantys said...

Adorei o humor deste post :)

quinta jan 05, 09:14:00 da manhã GMT  
Blogger Remetente said...

(Com licença, Zeak.)
Obrigado, Atlantys. Estas cenas de gajos, putos crescidos, são sempre divertidas quando as pensamos sem dramatizar.

sexta jan 06, 09:29:00 da manhã GMT  

Enviar um comentário

Actu(alizções)Plagiadissimo(desblog) blogaqui?