sexta-feira, fevereiro 03, 2006

VELA POR NÓS MEU FILHO ADORADO

Hoje decidi escrever qualquer coisa aqui, mas sinceramente, antes de tudo o que possa parecer, apenas pretendo daruma explicação.

Este blog foi criado, para que eu aprendesse a postar no outro, ao principio comecei a escrever no da Joana, mas ouve alguém que disse, que ela era jovem e devia colocar novos interesses no dela, se eu gostava de escrever que criasse um para mim…

Mas eu não sabia, escrevia os textos no computador, mais tarde ela fazia os posts e colocava as imagens.Depois apareceram duas pessoas que á distancia começaram a explicar-me, então criei este, para aprender a colocar os animated gifs, porque acho graça as imagens em movimento.

Sou uma pessoa simples, felizmente descomplexada, já ouvi falar em dinheiro, concursos, prémios, contagem de visitas, mas honestamente isso para mim é chinês, e não estou nada interessada nisso.

Sou apenas uma mãe, com uma grande dor, que tenta desesperadamente sobreviver.Faço esta explicação porque tenho tido pressões de vários tipos, algumas até parece que, não são pessoais, outras sei que são.

Mas deixei de escrever porque na minha ansiedade de descobrir o que se tinha passado, fiquei a saber parte da vida do meu filho, que desconhecia, apesar de estar a viver ao lado.

Para alguma das pressões que tenho tido, respondo que não vou revelar mais nada da vida dele e da gente que o rodeou.Esse assunto está encerrado, para mim, apenas para mim… mas não está encerrado, como explico no ultimo post do outro blog.

Por último só quero acrescentar, que todos os defeitos que o meu filho tinha, e os que eventualmente veio a adquirir… ele para mim era o melhor, as enormes virtudes superavam tudo!

Sempre o hei-de recordar assim, e dava a minha vida por ele.Só queria que ele voltasse mais uma vez, para lhe dizer quanto o amava, para o abraçar, para lhe pedir desculpa de não ter acreditado nele, quando me dizia que era infeliz, por não ter ficado lá nessa noite, por ter demorado a responder de manhã ao telefone, e por tudo o que agora sei que o atormentava.

Eu andei e ando à toa, a decidir se vou ou se fico. Quero ficar porque não quero magoar mais ninguém, nomeadamente as minhas filhas, quero ficar para “assistir” ao facto de que a morte dele não foi em vão, quero ficar porque se for, não sei se o vou encontrar.

Aqui vejo-o através da net, do que cá deixou, dos verdadeiros amigos/as, dos vídeos que deixou com as fotografias,das músicas que fez, tenho medo de “perde-lo” ainda mais.

Não sei se vou conseguir, mas ando a tentar e muito. Também tenho tido muitas ajudas, cada vez aparecem mais ajudas.

Por explicar então porque não escrevo, é que descobri espaços tão lindos para visitar, para combater alguns pensamentos que me atormentam, principalmente à noite, que nem tenho sentido necessidade disso.

Não sei se faz sentido, o que escrevi, mas a emoção continua a dominar-me enquanto escrevo, e nunca fui de reler o que escrevo, ou fazer rascunhos, por isso peço desculpa por alguma falha.

Hugo tu és o maior!!!
Continuas a ser!!!
Eu adoro-te com todas as minhas forças!!!
Espera por mim onde estiveres!!!
Vejo-te em breve???
Mãe

http://fundodomar.blogspot.com
26/1/06

Diario de uma mãe louca

9 Comments:

Blogger Penetrador said...

Força, muita força mesmo para superares tudo o que passaste e estas a passar. Acho que deverias continuar a escrever o que te vai na alma e assim deixares que nós leitores, te ajudemos no que nos for possivel. Falo por mim, mas penso que muitos pensam como eu.
beijinho e forçaaaaaaaaa

sexta fev 03, 06:54:00 da tarde GMT  
Blogger Paula Raposo said...

Tocou-me profundamente este texto. Vou visitar a Mãe. Beijos.

quarta fev 15, 12:23:00 da tarde GMT  
Blogger um estranho said...

O instinto da vida é o caminhar. Caminhar em direcção a ...
Não páres a tua caminhada "Mãe" porque ele continua contigo.

quinta fev 16, 12:30:00 da tarde GMT  
Blogger Pistaxa said...

curioso encontrar aki tb posts do hato..vale a pena visitar o blog da mae pelas emoçoes k deixa fluir..
so pa deixar um beijinhu de saudades*

segunda fev 27, 05:27:00 da tarde GMT  
Anonymous Patita Feia said...

Tive de fazer um post mal me deparei com este blog, com este sofrimento, com esta angústia.
E só conheci esta "janela de dor" através do Plagi. Obrigado *

segunda fev 27, 05:35:00 da tarde GMT  
Anonymous Anónimo said...

No dia em que a minha irmã morreu, eu perdi a minha mãe. Não deixes que isso aconteça às tuas filhas...
beijo e muita coragem.
Teresa

quarta mar 01, 11:55:00 da manhã GMT  
Blogger Noites Kleberianas said...

A melhor coisa do mundo são os nossos filhos.

quinta jun 01, 01:25:00 da tarde GMT+1  
Blogger gandratruck said...

força, nós estamos aqui a...ver-te.. fica bem

sábado ago 26, 07:42:00 da tarde GMT+1  
Blogger pedropina said...

quando li, emocionei-me...

quero dizer-te: força, ainda estás viva! VIVE!

e uma mãe, nunca é louca NUNCA

e se o é...continua a se-lo!

bju c carainho sincero

p.p.


http://ascronicasminhas.blogspot.com

sábado abr 14, 09:43:00 da manhã GMT+1  

Enviar um comentário

Actu(alizções)Plagiadissimo(desblog) blogaqui?